Buscar
  • Alex Lemos

Dia de Ação de Graças

Essa é uma tradição que surgiu na época dos colonos na América do Norte, no século XVII, e que tem se espalhado por todo o mundo. Aqui no Brasil a data foi oficializada em 1949.


A ideia era agradecer a Deus pelas bênçãos recebidas durante o ano e, principalmente, pela colheita. A celebração é feita com a família reunida, orações de gratidão e uma mesa farta.

O Salmo 92 diz que “Bom é render graças ao Senhor…”


Apenas pelo fato de sermos gratos já é bom.


Numa pesquisa, divulgada pela BBC, diz que expressar gratidão pode trazer benefícios para o nosso corpo, dentre eles: diminui a pressão sanguínea; melhora o sono; ameniza a dor; maior saúde mental; melhora o sistema imune e bem-estar geral.


Porém, o salmo diz que bom é render graças ao Senhor!


Não é um uma simples gratidão pelas coisas boas que nos aconteceram, mas a celebração faz sentido quando direcionamos nossa gratidão ao Senhor e reconhecemos a bondade de Deus em todos os momentos, mesmo os mais difíceis.


Gratidão pode ser um substantivo. Já o verbo “agradecer” em questão, para quem lembra das aulas de português, é um verbo transitivo indireto, nós agradecemos a alguém. Uma pessoa grata é aquela que reconhece a própria incapacidade de realizar uma conquista pessoal pela própria força, mas enxerga a graça de Deus agindo a favor dela, mesmo não merecendo.


Separe um momento hoje, arrume a mesa do seu coração, faça uma lista de motivos de para agradecer e ore como o salmista:


“Rendemos graças ao Senhor, porque ele é bom e a suas misericórdias duram para sempre.”


É bom avisar que só uma dose por ano de gratidão não produz nenhum benefício para a saúde. Seja grato sempre, todos os dias, sem moderação.



14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo